2 8 0

DIAS PARA O CARNAVAL!

Mancha Verde

Ficha técnica

Fundação: 18/10/1995

Cores oficiais: Verde, branco e vermelho

Presidente: Paulo Rogério de Aquino  (Paulo Serdan)

Vice: Rogério Carneiro

Carnavalesco: Alexandre Larcerda (Magoo)

Diretor de Bateria: Mestre Maradona

Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira: Marcelo Luiz e Adriana Gomes

Diretor de Carnaval: Paolo Ricardo de Moraes Bianchi (Paolo Bianchi)

Diretores de Harmonia: Marcos Gonçalves da Silva, Danilo Duarte Almeida e Bruno Farani Ferrari

Rainha de Bateria: Viviane Araújo

Enredo de 2018:  "A amizade. A Mancha agradece do Fundo Do Nosso Quintal"

Intérprete: Fredy Vianna

Melhor colocação no Grupo Especial: 4º lugar (2010, 2011 e 2012)

Enredo 2018

Letra do Samba

A AMIZADE. A MANCHA AGRADECE DO FUNDO DO NOSSO QUINTAL

Nesse terreiro de bamba
Quero mais é sambar...
Sou Mancha Verde... o show vai continuar...
Sua história, é o meu carnaval
Obrigado do Fundo do Nosso Quintal

Debaixo da tamarineira
Um lindo sonho se torna real
Pandeiro, cavaco, tantã e repique
No puro balanço, um banjo imortal
Na benção da nossa madrinha
Vou caciqueando na avenida
Nesse castelo de cera
Bebeto é o rei, está numa boa
Se arruma "Irene" que o mapa da alegria
Hoje é na terra da garoa

Oxóssi caçador, o dono da mata
É força, axé... São Sebastião!
Okê! Okê arô! Ao dono da mata
Meu samba é fé... É religião!

E na batucada dos nossos tantãs
Sublime poesia invade as manhãs
Nesse palco iluminado
Nosso grito, uma canção de amor
Um canto de felicidade que ao mundo encantou
A amizade... eternizou um laço de união
Somos verdade
Quero chorar o seu choro
E ver lá no céu o seu sorriso
Valeu por você existir, amigo


Compositores: Sereno, Marcelo Casa Nossa, Darlan Alves, R Silva, R Minueto, Vitor Gabriel e Gui Cruz

Nossa história

A Mancha Verde, maior torcida organizada do Palmeiras, decidiu participar do Carnaval em 1995 e, após alterar seu estatuto e filiar-se à UESP, passou a desfilar no ano seguinte como bloco. Assim permaneceu até 2000, quando veio a estreia como Escola de Samba.
 
Cantando o enredo "Brasil, que história é essa?", logo de cara a agremiação conquistou o acesso do Grupo 3 para o Grupo 2.
 
Os bons resultados se mantiveram e, com dois títulos seguidos, a Mancha alcançou o Grupo de Acesso, segunda divisão da disputa paulistana, em 2003.
 
O auge veio em 2004, quando a Escola sagrou-se campeã do Grupo de Acesso pela primeira vez e conquistou o direito de disputar o Grupo Especial do Carnaval de São Paulo em 2005. Com enredo que falava sobre o estado do Mato Grosso, conquistou na 12ª posição.
 
Desde então, a Mancha é presença frequente na elite da folia paulistana. A melhor colocação obtida pela escola no Grupo Especial foi o quarto lugar, alcançado em 2010, 2011 e 2012. No Grupo de Acesso ganhou dois títulos, em 2004 e 2016.

Últimas notícias Ver todas

Matérias Recomendadas