Flor de Vila Dalila

Ficha técnica

Fundação: 31/03/1973

Cores oficiais: azul, branco, amarelo e vermelho

Presidente: Hudson Pinheiro dos Santos

Carnavalesco: Diego Tadeu

Mestre de Bateria: Wanderson Rodrigues (Mestre Atocha)

Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira: Fabiano Dourado e Simone Costa

Diretores de Carnaval: Marcelo Tadeu de Faria e João José Antonio

Diretores de Harmonia: Flávio Dagoberto da Costa e Mário Henrique Silva Lemos

Rainha da Bateria: Victoria Regina

Intérprete: Beto Joia

Coreógrafo da Comissão de Frente: Renato Martins Fernandes

Colocação em 2019: campeã da Uesp

Ordem do desfile em 2020:
Grupo de Acesso II - Segunda-feira - 24/02
1ª escola a desfilar - 20h00

Enredo de 2020: “No toque do tambor, crença que o tempo não apaga”

Samba-Enredo

NO TOQUE DO TAMBOR, CRENÇA QUE O TEMPO NÃO APAGA

É a chama de Olorum no meu cantar
São tambores de verdade a ressoar
Ecoa no ar um canto de amor
A Flor de Vila Dalila chegou 

 

 

A fé vai me guiar
E abençoar os filhos desse chão
Quando Obatalá e Oduduwa
Tem missão de revelar
A grande criação
De Olorum, rituais do Ilé-Aiyê
Vejo a vida florescer na imensidão
Os encantos da fauna e da flora
Ouça o chamado agora 

 

Quatro filhos de Abaya
Tem o dom de ensinar
As raízes dessa terra desabrochar
É o poder em suas mãos
A mais sublime inspiração

 

 

Sol que arde na alma
Vento que rasga as folhas
Frio que invade o peito
Flores a exalar
É o tempo em movimento a se revelar
Somos toda vida em harmonia
A pureza e a magia, dádivas de Obatalá
Moldado em barro pelas mãos do Criador
O mundo despertou

 

Compositores: Nelson Valentim, Jairo Roizen, Morganti, André Valêncio, Tubino Meiners, Sukata, Smith

 

Nossa história

A entidade começou num campo de futebol na Zona Leste de São Paulo, com jogadores e torcedores que após as partidas faziam rodas de samba. Entres essas pessoas tinham três amigos: Antonio Carlos Rosa, Osmar e José Roberto. Foi então que nasceu em 31 de março de 1973 na casa do Sr. Antonio Carlos Rosa (o Brandão) nasceu a Escola.

 

Ela já teve vários nomes: Dama da Noite, Falcão do Morro da Vila Dalila. Depois que se tornou Flor da Vila Dalila, ela começou seus desfiles (em 1974 não participou por motivo de atraso).A escola já esteve quatro vezes no Grupo Especial (1983, 1984, 1986 e 1988).

 

As cores de seu Pavilhão representam: vermelho (sangue, vida), azul (purificação), amarelo (o ouro) e branco (a paz). 

Contato

Endereço: avenida Dalila, nº 700 - Vila Dalila

(11) 96494-9211

Lei de Incentivo

Apoio:

Polícia MilitarSebraeFIESP SENAI

Patrocínio:

Consórcio ChevroletCerveja Itaipava

Banco ofícial:

Bradesco
 Caranval de São PauloPrefeitura de São Paulo

Realização:

LigaSP
Ministério da  Cidadania