Nenê de Vila Matilde

Ficha técnica

Fundação: 01/01/1949

Cores oficiais: azul e branco

Presidente: Rinaldo José Andrade (Mantega)

Carnavalesco: Zilkson Reis

Mestre de Bateria: Matheus Machado

Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira: Cley Ferreira e Monalisa do Carmo

Diretora de Carnaval: Luciana Moreira

Diretor de Harmonia: Marcios Telles

Rainha da Bateria: Gabriela Ribeiro

Intérprete: Agnaldo Amaral

Coreógrafo da Comissão de Frente: Denny Diogo

Colocação em 2019: 3º lugar - grupo de Acesso

Ordem do desfile em 2020:
Grupo de Acesso - Domingo - 23/02
2ª escola a desfilar - 22h00

Enredo de 2020: “O Presente da Deusa e o Brinde da Águia”

Samba-Enredo

O PRESENTE DA DEUSA E O BRINDE DA ÁGUIA

Dádiva do céu
Da mais bela deusa... um ritual
Ao sopro do vento, na areia do tempo
Grandes impérios conquistou
Misturas e sabores, ganha novas cores
Encanta a nobreza, sublime a pureza
Cruzou o mar, com destino a nova Holanda
Expedição ou mera invasão
Um paraíso, pura ilusão

 

No meu Brasil veio a Família Real
Abriu os portos, alegria geral
Gostosa com sabor de quero mais
A cerveja virou paixão nacional

 

À noite, um violão
No barzinho, uma canção
Na boemia, a embalar
Embriagando corações
No grito de gol, transborda alegria
Na praia é meu sol, verão e poesia
Inspiração, nossa cerveja é edição especial
Vai, Nenê, hoje o brinde é pra você
Vamos renascer
A nossa Vila nunca vai morrer

 

Sou águia guerreira, sou samba
Verdadeiro reduto de bambas
O Largo do Peixe é minha raiz
Um brinde aos meus, aqui sou feliz

Compositores: Adauto Alves, Dadô Poeta, China, Akash, Samuel Bussunda e Marcio Pessi

Nossa história

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Nenê de Vila Matilde foi fundado em 1º de janeiro de 1949, no Largo do Peixe, Vila Matilde, por um grupo de sambistas liderados por Alberto Alves da Silva, o Nenê, um dos últimos cardeais do samba, como são chamados os fundadores das escolas tradicionais criadas nas décadas de 1940 e 1950.

 

O nome é uma homenagem do professor Mário Protestato dos Santos, o Popó, a esse grande sambista, que recebeu o título de Presidente Imortal da agremiação. Antes de ser batizada como Nenê de Vila Matilde a escola teve dois outros nomes, 1º de Janeiro e Unidos do Marapés, que duraram apenas um dia. 

 

A fundação da Nenê de Vila Matilde teve um episódio um tanto quanto divertido e inusitado: um grupo de sambistas decidiu fundar uma escola, já que todos os anos, na região de Vila Esperança havia muitos foliões que saíam às ruas fantasiados para poderem brincar o carnaval. Quando foram registrá-la, o responsável perguntou ao grupo qual o nome que a escola teria e, para surpresa geral, eles tinham esquecido de tratar deste assunto antes.

 

O funcionário, então, deu uma sugestão. Apontou para um dos membros do grupo que era o mais falante, o mais comunicativo e não parava de batucar um só momento. Perguntou “qual é o nome do rapaz que não para de sambar?” e o responderam “esse aí é o Nenê”. “Então, sugeriu o funcionário, por que não colocar o nome da escola de Nenê?”. Na hora a sugestão foi aceita e a escola foi fundada com o nome de Nenê de Vila Matilde.

 

Em 1985, aconteceu aquilo que é a maior glória até hoje para uma escola de samba paulistana: como campeã do Carnaval de São Paulo, a Nenê foi convidada a pisar no chão sagrado da Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, para participar do desfile das campeãs, ao lado da Mocidade Independente e da Beija-Flor.

 

E lá foi o pessoal da Zona Leste mostrar o seu valor e a sua arte, comandados pelo Seu Nenê e embalados pela voz do seu grande intérprete Armando da Mangueira. Tal feito mereceu até uma menção no samba de 1988, “E o poeta falou: Zona Leste somos nós!!!”. O primeiro refrão diz “Está tudo aí para você curtir / do Largo do Peixe à Sapucaí”.

Contato

Endereço: rua Júlio Rinaldi, nº 1 - Vila Salete

(11) 2597-5158

Imprensa: comunicacao@nenedevilamatilde.com.br

Lei de Incentivo

Apoio:

Polícia MilitarSebraeFIESP SENAI

Patrocínio:

Consórcio ChevroletCerveja Itaipava

Banco ofícial:

Bradesco
 Caranval de São PauloPrefeitura de São Paulo

Realização:

LigaSP
Ministério da  Cidadania